Incêndio destrói jornal venezuelano

Um incêndio de grandes proporções destruiu nesta sexta-feira a sede do jornal regional La Opinión, na cidade venezuelana de San Carlos, no Estado de Cojedes.O editor do diário, Luis Felipe Oviedo, denunciou que, de acordo com versões colhidas entre testemunhas, o incêndio foi provocado por um grupo de desconhecidos que atirou um artefato explosivo. Este é o segundo incêndio em um jornal venezuelano em menos de 24 horas. Um feito similar registrou-se nesta quinta-feira em Caracas, nas instalações da Cadena Capriles, onde são produzidos os influentes jornais venezuelanos Últimas Noticias e El Mundo.O incêndio foi causado por um curto-circuito ocorrido em uma das áreas do edifício. Oviedo atribui o incêndio do La Opinión a um grupo que poderia estar vinculado ao governador oficialista do Estado de Cojedes, o capitão da reserva Jhonny Yánez Rangel.Segundo o editor, a postura de oposição ao governo de Rangel mantida pelo La Opinión pode ter motivado o grupo de desconhecidos a incendiar o jornal. O governo de Cojedes rechaçou as acusações e afirmou que o caso será investigado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.