Incêndio destrói mais de 2.500 lojas em Calcutá

Não houve mortes, mas o fogo destruiu propriedades avaliadas em milhões

EFE,

12 de janeiro de 2008 | 06h05

Mais de 2.500 pequenas lojas foram destruídas neste sábado, 12, por um incêndio que castigou o bairro comercial de Burrabazar, no coração da cidade de Calcutá, no leste da Índia, segundo diversas fontes. Segundo a agência indiana "PTI", não houve mortes. Mas o fogo destruiu propriedades avaliadas em milhões de rupias. O incêndio começou numa casa, às 2 horas da madrugada (18h30 de sexta-feira, em Brasília), e se estendeu rapidamente às lojas próximas, especializadas na venda de roupa, disse o diretor do Departamento de Incêndios da região, Pratim Chatterjee. Segundo Chatterjee, pelo menos 40 caminhões de bombeiros ainda estão tentando apagar o fogo. "Não sabemos quanto tempo ainda vai demorar. A falta de água e os cortes de eletricidade na área dificultam as operações", explicou.

Tudo o que sabemos sobre:
INCÊNDIO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.