Incêndio em albergue mata pelo menos 21 na Polônia

Segundo bombeiros outras 20 pessoas ficaram feridas no incêndio; vítimas pularam das janelas do prédio.

BBC Brasil, BBC

13 de abril de 2009 | 08h57

Pelo menos 21 pessoas morreram e outras 20 ficaram feridas em um incêndio em uma hospedaria que abriga pessoas sem-teto no noroeste da Polônia, segundo os bombeiros.

O incêndio na hospedaria, localizada na cidade de Kamien Pomorski, a 60 quilômetros ao leste da fronteira com a Alemanha, teve início durante a noite. Muitos dos ferimentos foram causados pelo fato de os moradores do local terem saltado pelas janelas do prédio de três andares durante o incêndio.

De acordo com os bombeiros, pelo menos 77 pessoas estavam na hospedaria, esperando uma moradia que seria providenciada pelas autoridades locais.

Um dos feridos está em estado grave. Muitos, incluindo uma criança, sofreram queimaduras e intoxicação pela fumaça.

"O fogo se espalhou em uma velocidade incrível", disse Daniel Kopalinski, integrante dos serviços de emergência da cidade, ao canal de televisão polonês TVN24. "Os bombeiros tiveram que pegar as crianças que foram jogadas pelas janelas pelos pais", acrescentou.

Um dos sobreviventes contou que os que estavam no prédio decidiram pular pelas janelas porque as escadas dos bombeiros chegavam apenas ao primeiro andar.

"Gritei para minha irmã no segundo andar 'Pule, eu pego você', mas ela não pulou. Então, foi tarde demais", disse Dariusz Janyszko ao canal TVP.

Luto nacional

Segundo o correspondente da BBC na Polônia Adam Easton, o presidente Lech Kaczynski anunciou três dias de luto nacional e vai visitar a cidade.

O primeiro-ministro, Donald Tusk, interrompeu sua folga de Páscoa e foi até Kamien Pomorski para verificar pessoalmente os danos e determinar qual ajuda será necessária.

Um porta-voz do governo afirmou que nenhum dos feridos ficaria sem casa.

Autoridades informaram que nem todos os que estavam registrados como moradores do abrigo foram encontrados e, por isso, o número de mortos pode aumentar.

De acordo com Fratczak será difícil identificar muitas das vítimas mais rapidamente, pois os corpos estão muito queimados. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
polôniaincêndioabrigosem teto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.