Incêndio em arranha-céu deixa 21 mortos na China

Equipes de resgate retiram 213 pessoas do edifício de 28 andares; dois estão em estado grave

Efe e Associated Press,

12 de dezembro de 2007 | 10h07

Pelo menos 21 morreram e 213 foram resgatadas após um incêndio registrado nesta quarta-feira, 12, em um arranha-céu da província chinesa de Zhejiang, confirmaram fontes oficiais.   "Doze homens e nove mulheres morreram e duas pessoas estão hospitalizadas com ferimentos graves", disse um porta-voz do governo local de Wenzhou, onde ocorreu o incidente. Segundo um porta-voz dos bombeiros citado pela agência estatal Xinhua, "todas as pessoas presas no edifício foram resgatadas".   O fogo começou às 8h20 de hoje (22h20 de Brasília da terça-feira) no primeiro piso de um edifício residencial de 28 andares em Wenzhou. O incêndio se propagou em um centro recreativo do local, localizado no segundo andar.   As autoridades municipais iniciaram uma investigação para esclarecer as causas do incidente.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinaincêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.