Incêndio em arranha-céu mata 8 e fere 90 na China

Um incêndio em um arranha-céu de apartamentos, localizado no centro de negócios da China, em Xangai, matou pelo menos oito pessoas e feriu mais de 90 hoje. A prefeitura da cidade informou em comunicado que o prédio, de 28 andares, estava sendo reformado quando pegou fogo por volta das 4 horas (horário de Brasília). As causas do incêndio não foram reveladas.

AE, Agência Estado

15 de novembro de 2010 | 10h21

Imagens da televisão estatal mostraram nuvens de fumaça saindo do prédio, com as chamas ainda visíveis várias horas após o incêndio começar. A televisão estatal de Xangai informou que mais de 80 caminhões de bombeiros foram chamados para combater o incêndio. Jatos de água podiam ser vistos fluindo para dentro do prédio, que pareceu ter sido destruído.

Segundo a agência de notícias Xinhua, uma testemunha afirmou que um dos andaimes utilizados para a reforma pegou fogo antes de o incêndio se espalhar no prédio. De acordo com a prefeitura de Xangai, 100 pessoas foram resgatadas do edifício. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.