Incêndio em centro comercial deixa 8 mortos no Paquistão

Número de mortos e feridos pode aumentar; autoridades temem que ainda haja pessoas presas sob escombros

Efe,

21 de dezembro de 2008 | 11h14

Pelo menos 8 pessoas morreram e 59 ficaram feridas em um incêndio no complexo comercial mais importante da cidade paquistanesa de Rawalpindi, próxima a Islamabad, informou neste domingo, 21, uma fonte oficial. Segundo um responsável do Governo municipal, Hasib Athar, citado pelo canal "Geo TV", 59 pessoas ficaram feridas, mas 49 já receberam alta, enquanto vários membros das forças de segurança que colaboravam nos trabalhos de resgate permanecem desaparecidos. O fogo começou por volta das 3h de sábado (20h de Brasília da sexta-feira) no complexo Ghakkar Plaza, situado em Rawalpindi, informou à Agência Efe uma fonte policial. O incêndio no local, que tem quatro andares e reúne cerca de 100 lojas de roupas, sapatos e artigos eletrônicos, já está sob controle, acrescentou Athar. Uma das alas do complexo desabou e as autoridades de Rawalpindi temem que ainda haja pessoas presas sob os escombros, enquanto as equipes de resgate e as forças de segurança continuam os trabalhos para encontrar sobreviventes. As chamas começaram em uma loja de confecção têxtil e se propagaram rapidamente para outros estabelecimentos do complexo, mas, por enquanto, a causa do acidente não foi esclarecida.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãoacidenteincêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.