Incêndio em cinema pornô mata 15 pessoas no Japão

Um incêndio em um cinema pornô em Osaka, segunda maior cidade do Japão, matou 15 homens e feriu 10 pessoas, informou a polícia local na quarta-feira. Os policiais prenderam um desempregado de 46 anos que confessou ter incendiado o cinema, disse um porta-voz que não quis dar mais detalhes sobre o caso. "Estava cansado de viver, então provoquei um incêndio", disse o homem, segundo a agência de notícias Kyodo. Ele ateou fogo a um jornal, dentro de uma das 32 salas do cinema "Preview Room Cats" --cada uma delas tinha um sofá reclinável, uma TV e um gravador de vídeo, segundo a Kyodo. Cerca de 120 bombeiros e 40 carros de bombeiros chegaram antes do amanhecer para apagar as chamas do primeiro dos sete andares do prédio, segundo uma porta-voz dos bombeiros. O incêndio foi contido cerca de 90 minutos depois. Os "cinemas de vídeo adulto" são comuns no Japão. Lá, os clientes podem assistir a filmes alugados, dentro de pequenas salas individuais. Equipados com chuveiros, os cinemas são comumente usados como hotéis baratos por quem precisa de lugar para passar a noite, segundo a mídia local. No "Cats", os clientes podiam ficar até 11 horas no local por 1.500 ienes (14 dólares), depois das 23h, segundo a Kyodo. Os crimes violentos são relativamente pouco frequentes no Japão, mas vários casos chocaram o público recentemente. Em junho, por exemplo, um homem que também se dizia cansado da vida saiu esfaqueando um distrito comercial em Akihabara, Tóquio, matando sete pessoas e ferindo dezenas de outras. (Por Yoko Kubota e Chisa Fujioka)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.