Incêndio em clínica deixa 38 mortos no Cazaquistão

Fogo se estendeu em uma superfície de 650 metros

EFE,

13 de setembro de 2009 | 05h21

Pelo menos 38 pessoas morreram hoje em um incêndio em uma clínica para toxicômanos na região de Alma-Ata, no sul do Cazaquistão, informou hoje o Ministério de Situações de Emergência dessa república centro-asiática.

 

O incêndio no centro de reabilitação para toxicômanos da cidade de Taldikorgan começou às 5h28 local (20h28 do sábado, horário de Brasília) e, segundo dados preliminares, 38 pessoas morreram e outras 40 foram evacuadas, informou um comunicado oficial, citado pelas agências russas.

 

O fogo, que se estendeu em uma superfície de 650 metros, foi controlado às 6h31 (21h31 de sábado de Brasília), acrescenta o documento.

 

O primeiro-ministro cazaque, Karim Masimov, ordenou a criação de uma comissão especil para investigar as causas do incêndio, informou a porta-voz do Governo, Ainagul Shakirova.

Tudo o que sabemos sobre:
INCÊNDIOCAZAQUISTÃO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.