Incêndio em cruzeiro pelo Caribe deixa um morto e onze feridos

Um incêndio ocorrido nesta quinta-feira em um cruzeiro que navegava pelo Caribe matou uma pessoa e deixou outras onze feridas por inalação de fumaça, informaram fontes da empresa proprietária. Segundo comunicado da empresa, um cidadão americano morreu após sofrer um parada cardíaca e outros dois foram atendidos por terem inalado fumaça. Além disso, nove pessoas sofreram pequenos ferimentos. A Guarda Costeira americana enviou uma equipe de três investigadores e dois engenheiros do corpo de bombeiros de Washington para tentar descobrir as causas do incêndio. O cruzeiro "Star Princess" navegava de Grand Caiman à Jamaica quando, no início da manhã, um incêndio começou em uma cabine. Em seguida, o fogo se estendeu a outros compartimentos, segundo fontes da companhia de cruzeiros Carnival, com sede em Miami. O navio atracou nesta quinta-feira na baía de Montego, onde as autoridades realizam as ações necessárias para alojar os passageiros da embarcação. O luxuoso cruzeiro, que zarpou do porto de Fort Lauderdale (Flórida), no domingo passado, levava a bordo 2.690 passageiros e 1.123 tripulantes.

Agencia Estado,

23 Março 2006 | 21h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.