Incêndio em depósito com ajuda humanitária ao Líbano causa perdas de US$ 700 mil

O incêndio ocorrido na quinta-feira em um depósito do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), em Beirute, causou perdas estimadas em US$ 700.000, informou nesta sexta-feira o órgão em comunicado.A nota, que lembra que no armazém acidentado havia parte da ajuda para as vítimas libanesas da ofensiva de Israel, explica que as causas do incêndio "ainda são desconhecidas, mas os relatórios preliminares indicam que poderia ser um acidente, embora as investigações continuem".O fogo destruiu parte da ajuda humanitária, entre 36.642 cobertores, 3.753 colchonetes, 62 rolos de plástico e 2.730 telas, além de provocar danos ao local, cedido pelo governo de Beirute.O comunicado afirma também que um de seus trabalhadores ficou levemente ferido enquanto tentava apagar o fogo, mas já está bem.O Acnur acrescenta que grande parte da ajuda, oferecida por vários doadores, tinha sido transportada aos depósitos das cidades de Sidon e Tiro, no sul do Líbano, e distribuída, o que evitou perdas maiores."As perdas sofridas pelo incêndio afetarão nossos esforços para destinar ajuda às aldeias devastadas pelos bombardeios israelenses, mas continuaremos nossa missão", conclui a nota.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.