Incêndio em discoteca de Caracas soma 50 mortes

Subiu para 50 o número de mortos em conseqüência de um incêndio que destruiu, na madrugada de ontem, uma discoteca no centro de Caracas, capital da Venezuela. Segundo a médica Carmen Julieta Centeno, diretora do Instituto Médico Legal venezuelano, os restos mortais de duas mulheres e de um homem foram retirados hoje dos escombros do clube noturno. O fogo começou na portaria da discoteca, por volta de 11h50 de sábado, e avançou pela madrugada de domingo, quando acabou sendo controlado pelos bombeiros. Doze pessoas ficaram feridas.

Agencia Estado,

02 Dezembro 2002 | 20h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.