Incêndio em edifício de apartamentos mata 49 em Xangai

Causas do fogo não estão claras; mais de 90 pessoas ficaram feridas

BBC Brasil, BBC

15 de novembro de 2010 | 17h45

Mais de 60 bombeiros trabalharam por horas para conter as chamas

 

 

Atualizado às 23h16

 

Um incêndio destruiu um arranha-céu na cidade chinesa de Xangai nesta segunda-feira, 15, deixando pelo menos 49 pessoas mortas, de acordo com a agência de notícias estatal do país.

A agência Xinhua afirma que mais de 90 pessoas ficaram feridas quando as chamas atingiram o edifício residencial de 28 andares.

O prédio estava sendo reformado quando o incêndio teve início. A TV chinesa mostrou pessoas se agarrando a andaimes tentando fugir do fogo.

Mais de 60 bombeiros trabalharam por horas para conter as chamas.

Não está clara a causa do incêndio, mas testemunhas dizem que o fogo começou em materiais de construção e as chamas se alastraram rapidamente pelos andaimes.

Sobreviventes do incêndio procuram parentes em hospitais da cidade.

"Todos os meus parentes e amigos foram levados para diferentes hospitais. O que posso fazer, como posso me acalmar?", perguntou um morador do edifício.

"Só tenho uma coisa a dizer: que o Partido Comunista venha e nos ajude sem demora", disse ele.

O edifício abrigava 156 famílias no total, entre eles, professores e funcionários públicos aposentados.

A TV de Xangai disse que sobreviventes foram evacuados para um estádio nas proximidades.

 

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.