Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Incêndio em escola muçulmana mata 13 em Mianmar

Um incêndio em uma escola muçulmana matou treze pessoas, incluindo crianças, na cidade de Rangum, em Mianmar. Segundo autoridades, o incidente pode ter sido causado por um problema elétrico.

AE, Agência Estado

01 de abril de 2013 | 22h29

"Treze pessoas, a maioria crianças, foram mortas durante um incêndio em uma escola religiosa muçulmana no centro de Rangum", afirmou um policial à AFP. "Nós assumimos que o incidente ocorreu por causa de um curto-circuito."

Segundo o policial, os bombeiros já apagaram o incêndio, que começou nas primeiras horas da manhã de terça-feira (horário local).

Após o ocorrido, uma multidão enfurecida se reuniu no local exigindo respostas, de acordo com um repórter da AFP que estava no local. Em seguida, a polícia pediu calma e prometeu criar um comitê - com a participação de líderes muçulmanos - para investigar as causas do incêndio.

O edifício abrigava uma mesquita e uma escola religiosa onde as crianças estavam hospedadas por causa de um curso de verão.

Um outro policial disse que os 13 mortos estavam entre as mais de 70 pessoas que dormiam na escola quando o incêndio começou. "As outras crianças foram resgatadas", declarou.

A polícia de Mianmar informou em sua página oficial no Facebook que as vítimas morreram por queimaduras ou inalação de fumaça. "De acordo com a investigação feita por policiais do município, o incêndio foi causado por uma tensão (elétrica) excessivamente alta", acrescentou. As normas de segurança são geralmente pobres em Mianmar. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
MIANMARINCÊNDIO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.