Incêndio em fábrica ilegal de bolsas mata 9 pessoas na Índia

Pelo menos nove pessoas morreram e outras 18 ficaram feridas durante um incêndio em uma fábrica ilegal de bolsas de couro em Calcutá, no estado de Bengala Ocidental, no nordeste da Índia. De acordo com fontes oficiais, o incêndico começou por volta das 3h (19h30 desta terça-feira em Brasília). As vítimas estavam dentro da fábrica e não puderam escapar porque as portas estavam fechadas, afirmou o inspetor geral de Polícia Raj Kanojia, citado pela agência indiana de notícias PTI. A fábrica era ilegal, segundo o diretor-geral dos bombeiros, Gopal Bhattacharjee, e ficava num terceiro andar com as portas fechadas, numa rua estreita mas densamente povoada do bairro de Topsia. Bhattacharjee, citado pela PTI, afirmou que no edifício havia grandes quantidades de material inflamável, como cola.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.