Incêndio em lar para idosos no Chile deixa ao menos 9 mortos

Havia pelo menos 20 pessoas no local na hora do acidente na cidade de Cañete

Efe

08 de agosto de 2011 | 11h21

SANTIAGO DO CHILE - Pelo menos nove pessoas morreram em um incêndio que destruiu na madrugada desta segunda-feira, 8, um lar para idosos na cidade de Cañete, no sul do Chile, informaram fontes policiais.

 

Outras pessoas que se encontravam no local quando teve início o incêndio, pouco após a meia-noite, tiveram que ser atendidas no hospital da cidade por causa de problemas respiratórios, mas já receberam alta.

 

No momento em que começou o incêndio havia 20 pessoas no local, informou uma fonte dos Carabineiros do Chile à imprensa.

 

O fogo, originado presumivelmente com o aquecimento de uma estufa, destruiu o local.

As vítimas, cinco mulheres e quatro homens, tinham entre 70 e 88 anos.

 

O local atendia a idosos de baixa renda e foi construído com recursos municipais, disse à "Radio Bío-Bío" o prefeito de Cañete, Jorge Radonich, que se declarou muito triste pelo ocorrido.

 

Radonich destacou que os vizinhos "puderam ajudar alguns dos idosos que escaparam das chamas, mas infelizmente alguns não conseguiram sair".

 

A promotoria local abriu uma investigação para determinar as causas do incêndio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.