Incêndio em Meca deixa 14 peregrinos mortos

Um incêndio num prédio que abrigava peregrinos muçulmanos na cidade sagrada de Meca deixou 14 mortos e 43 feridos, informou a agência de notícias Saudi Press. O incêndio começou na noite de ontem e foi controlado pela defesa civil de Meca, disse Ahmed al-Thubaiti, comandante da corporação, citado pela SP.Dos feridos, 37 foram tratados e dispensados. Outros seis, inclusive quatro funcionários da defesa civil, continuam internados.O jornal Okaz informou hoje que a maioria dos mortos é composta por paquistaneses e que o incêndio bloqueou o tráfego entre a principal avenida que leva à Grande Mesquita de Meca. Al-Thubaiti disse que o prédio era ocupado por cerca de 270 peregrinos que participavam do "umrah", uma pequena peregrinação a Meca, cidade mais importante do Islã.Investigações iniciais mostram que o incêndio foi acidental, de acordo com Al-Thubaiti. Colchões e cadeiras em um mezanino do prédio de 14 andares aparentemente ajudaram a propagar as chamas. O incêndio ocorre poucos dias depois de três atentados simultâneos terem deixado 34 mortos em Riad. Meca já testemunhou outras tragédias em anos recentes. Em 2001, 35 pessoas morreram pisoteadas em um tumulto durante o hajj, a grande peregrinação anual dos muçulmanos. Em 1997, mais de 340 pessoas morreram quando um incêndio espalhou-se pelas tendas dos peregrinos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.