Incêndio em navio deixa cinco mortos nas Filipinas

Outras sete pessoas ficaram feridas; ainda não se sabe a causa do fogo

Agencia Estado

15 Junho 2007 | 02h48

Um incêndio em uma embarcação com 260 pessoas a bordo deixou neste domingo, 10, cinco mortos e sete feridos na região central das Filipinas, segundo a rede de televisão ABS-CBN. A Guarda Costeira informou que o navio Cathylyn, de propriedade da San Nicolas Lines, seguia para a ilha de Palawan quando, por volta das 8 horas (21 horas Brasília de sábado), nas imediações da ilha de Mindoro, o fogo foi detectado. "Existem muitas causas possíveis. Pode ter sido alguém que fumava um cigarro ou uma combustão espontânea. Ainda vamos investigar", declarou o almirante Damian Carlos. Embora inicialmente tenha sido divulgado que o navio levava 216 passageiros e uma tripulação de 21 pessoas, Carlos afirmou que, ao todo, havia 260 pessoas a bordo. Barcos da Guarda Costeira e aviões que decolaram de Mindoro iniciaram imediatamente uma operação para resgatar as pessoas da embarcação em chamas. A pior tragédia do setor marítimo nas Filipinas, com cerca de 4.300 pessas mortas, ocorreu em 1978, quando a barca Dona Paz colidiu com um petroleiro em águas da ilha de Leyte, cerca de 600 quilômetros ao sudeste de Manila.

Mais conteúdo sobre:
incendio embarcação filipinas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.