Incêndio em oleoduto da Nigéria mata 45 pessoas

Ao menos 45 pessoas morreram queimadasna periferia de Lagos quando pegou fogo o combustível quedesviavam de um oleoduto subterrâneo, afirmaram autoridades naquarta-feira. Desastres do tipo são comuns na Nigéria, o país maispopuloso da África e o maior exportador de petróleo docontinente. Nove de cada dez nigerianos vivem com menos de 2dólares por dia e muitos se dispõem a correr grandes riscos afim de obter petróleo gratuitamente. No dia 26 de dezembro do ano passado, mais de 250 pessoasmorreram na explosão de um oleoduto em outra área de Lagos. Philip Daferiogho, um funcionário da Cruz Vermelha queainda estava no local do acidente na quarta-feira, disse que asequipes de resgate enterraram os 45 corpos carbonizados dentrode valas comuns abertas perto do local do incêndio, iniciado naterça-feira. Baldes e latas de gasolina queimados cobriam uma área dotamanho de um campo de futebol. No centro dela, podia-se ver umburaco aparentemente cavado para que o petróleo pudesse serdesviado. Funcionários da empresa estatal Nigerian National PetroleumCorp. (NNPC), responsável pelo oleoduto, ainda tentavam apagaras chamas. A área fica localizada a 2 quilômetros de um dos numerososlagos existentes nas cercanias da cidade e a uma curtadistância de barco do bairro empresarial chamado Lagos Island.O vilarejo de Abagbo é o mais próximo ao local. (Reportagem adicional de Estelle Shirbon)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.