AP
AP

Incêndio em trem deixa pelos menos 35 mortos e 25 feridos na Índia

Fogo teve início em razão de um curto-circuito, confirmarm as autoridades policiais

Efe,

30 de julho de 2012 | 01h38

Atualizado às 09h15

 

NOVA DÉLHI - Um incêndio dentro de um trem, que seguia para o extremo sul da Índia, deixou pelo menos 35 pessoas mortas e outras 25 feridas, na madrugada de segunda-feira, 30, quando a composição fazia o trajeto entre Nova Délhi e Chennai (antiga Madras).

 

A informação é do inspetor de polícia Raj Shekhar, uma das autoridades envolvidas nos trabalhos de resgate. O fogo teve início, segundo confirmou a mesma fonte, em razão de um curto-circuito em um dos vagões minutos após o trem deixar a estação de Nellore, no estado de Andhra Pradesh.

 

"Ainda não pudemos retirar todos todos os corpos, as equipes de resgate estão trabalhando nisso.", explicou o oficial, dizendo que "há pelo menos 30 mortos", embora a emissora de tevê local "NDTV" tenha notociado 32.

 

Segundo a agência indiana "Ians", no vagão onde as chamas se propagaram viajavam 72 pessoas, muitas das quais saltaram do trem em movimento para evitar a morte por asfixia. "Tive sorte de escapar a tempo porque outros passageiros ficaram presos porque as portas estavam bloqueadas e a fumaça se espalhou rapidamente.", explicou à "Ians" um sobrevivente, identificado como Sudhir.

Esta é a maior catástrofe ferroviária do país desde que em julho de 2011 outro acidente de trem, registrado no estado nortista de Uttar Pradesh, provocou a morte de 69 pessoas e ferimentos em outras 196.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.