Incêndio em universidade deixa 32 mortos na Rússia

Um incêndio destruiu um dormitório de estudantes estrangeiros de uma universidade de Moscou, na madrugada desta segunda-feira, deixando 32 mortos e 78 feridos. O fogo começou em uma das alas do dormitório de cinco pisos que recebe muitos alunos do exterior. Há informações de que, entre as vítimas, estão cidadãos da China, de Bangladesh, do Vietnã e de vários países africanos. Muitos dos estudantes feridos sofreram princípio de asfixia por causa da fumaça e fraturas por terem pulado de janelas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.