Incêndio mata 124 em Bangladesh

Pelo menos 124 pessoas morreram após incêndio em uma fábrica de tecido nos arredores de Daca, capital de Bangladesh. O fogo se estendeu com rapidez pelos oito andares do edifício operado pela empresa Tazreen Fashions. Ontem, o diretor de operações dos bombeiros, Mohamed Mahbub, afirmou que cem corpos já foram identificados.

DACA, O Estado de S.Paulo

26 de novembro de 2012 | 02h04

Mahbub disse que outras 12 pessoas que haviam ficado feridas ao pular do prédio para escapar do incêndio morreram em hospitais da região. O número de mortos ainda pode aumentar, porque ainda estão sendo realizadas buscas por novas vítimas.

Soldados e guardas de fronteira foram convocados para ajudar a polícia a manter a situação sob controle no local, uma vez que muitos parentes de funcionários estão na fábrica em busca de informações. Autoridades locais não informaram o número exato de pessoas desaparecidas. Cerca de cem trabalhadores ficaram feridos, segundo o chefe de política Badrul Alam.

Acesso difícil. O incêndio começou no térreo do edifício e se espalhou rapidamente até o quarto andar. Alguns trabalhadores da fábrica, cerca de 50, segundo testemunhas, correram para se refugiar na cobertura do prédio e conseguiram ser resgatados.

De acordo com o diretor-geral dos bombeiros, Abu Naim Mohamed Shahidula, o fogo pode ter sido causado por um curto-circuito, embora as investigações ainda estejam em curso. "O problema no combate ao fogo é que o acesso ao edifício era péssimo e os veículos de bombeiros não conseguiam chegar", disse o ex-chefe dos bombeiros Selim Newaj Bhuiyal. "Algumas pessoas morreram por asfixia e outras foram vítimas das chamas." / EFE, AFP e AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.