REUTERS/Saudi Civil Defense
REUTERS/Saudi Civil Defense

Incêndio mata 25 em hospital na Arábia Saudita

O hospital fica na cidade portuária de Jazan, a capital da região de Jizan, no sudoeste, uma das áreas mais pobres do país

O Estado de S. Paulo

24 de dezembro de 2015 | 12h11

DUBAI - Um incêndio em um hospital na Arábia Saudita matou 25 pessoas e feriu 123. O fogo atingiu uma unidade de tratamento intensivo e a maternidade antes do amanhecer, informou a agência saudita de defesa civil.

O hospital fica na cidade portuária de Jazan, a capital da região de Jizan, no sudoeste, uma das áreas mais pobres da Arábia Saudita, perto da fronteira com o Iêmen. 

Um comunicado da administração municipal informou que o incêndio ocorreu no primeiro andar do edifício, onde ficam os departamentos de Maternidade e Terapia Intensiva, além de uma creche.

Detalhes sobre o incêndio e suas vítimas eram escassas, mas as fotografias publicadas no Twitter pela agência mostraram fumaça e uma chama intensa que parecia ter danificado seriamente o interior do hospital.

A televisão Al-Ekhbariya da Arábia Saudita, controlada pelo governo, entrevistou uma testemunha que disse que a causa do fogo parecia ser elétrica e se alastrou pelo hospital em apenas três minutos.

As equipes de proteção civil retiraram vários pacientes do hospital e os levaram para outras unidades próximas. A defesa civil informou pelo Twitter que o incêndio já tinha sido controlado e uma investigação foi aberta para apurar as causas. / REUTERS e EFE 

Tudo o que sabemos sobre:
Arábia SauditaincêndioJizan

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.