Incêndio mata ao menos 30 trabalhadores na Coréia do Sul

Bombeiros temem que estrutura do prédio esteja comprometida e provoque desabamento

Efe

07 de janeiro de 2008 | 06h07

Pelo menos 30 pessoas morreram num incêndio em um depósito industrial na Coréia do Sul, informaram autoridades. Mais de 500 bombeiros combatiam as chamas em Icheon, cerca de 80 km ao sul da capital, Seul. Segundo bombeiros, 16 pessoas estavam desaparecidas, a maioria presa no porão do depósito refrigerado.   Não foi imediatamente determinada a causa do incêndio, mas explosões foram ouvidas antes do início das chamas. Bombeiros temem que a estrutura do prédio esteja comprometida e que ocorra um desabamento.   O incêndio ocorreu por volta das 10h45 (23h45 de domingo em Brasília), quando os trabalhadores estavam concluindo obras de reforma no armazém, próximo a Seul. Aparentemente 56 trabalhadores estavam dentro do edifício na hora do incêndio. Alguns deles foram resgatados ou conseguiram escapar.

Tudo o que sabemos sobre:
IncêndioCoréia do Sulmortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.