Incêndio na embaixada da Venezuela foi intencional

A polícia das ilhas de São Cristóvão e Neve, no Caribe, disse que o incêndio que destruiu a embaixada da Venezuela e danificou parte do escritório da Organização dos Estados Americanos, (OEA), na capital Basseterre foi intencional.

AE, Agência Estado

06 de janeiro de 2014 | 19h05

O inspetor Lyndon David disse que dois suspeitos estão sob custódia, mas ainda não foram acusados formalmente pelos incêndios. David disse em entrevista nesta segunda-feira que o motivo dos incêndios ainda não foi esclarecido.

Os bombeiros atendiam ao chamado na OEA quando souberam que o prédio da embaixada também estava em chamas. Ninguém ficou ferido nos dois incêndios.

A embaixada da Venezuela ficou totalmente destruída, enquanto no escritório da OEA os danos foram menores. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
CaribeVenezuelaembaixadaincêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.