Incêndio nas Filipinas deixa 2 mil famílias desabrigadas

Um incêndio, aparentemente provocado por uma vela, destruiu na noite de quinta-feira cerca duas mil casas em um bairro da cidade de Zamboanga, na ilha de Mindanao, sul das Filipinas, sem deixar vítimas, informaram nesta sexta-feira os bombeiros e autoridades municipais. O fogo teve início por volta das 17h30 locais, e foi controlado apenas depois da meia-noite. Nesse intervalo, destruiu praticamente todo o bairro de Camino Nuevo, segundo informou o chefe do Corpo de bombeiros local, Janice Espero. A fonte disse que os danos causados estão sendo calculados em 200 milhões de pesos (cerca de US$ 4 milhões) e que as chamas atingiram 10 hectares de terra, praticamente toda a extensão do bairro. Bombeiros veteranos assinalaram que este foi o maior incêndio registrado na cidade nos últimos anos. Aparentemente, o fogo teve início quando uma mulher pediu a sua neta de 10 anos que acendesse uma vela no altar da família. A vela teria caído e o incêndio começou.

Agencia Estado,

24 Março 2006 | 05h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.