Incêndios florestais atingem Califórnia

Estado americano passa por seca severa; milhares de casas, escolas e fabricas são esvaziadas

O Estado de S. Paulo,

15 Maio 2014 | 10h05

LOS ANGELES - Pelo menos nove incêndios florestais foram registrados nesta manhã na Califórnia atingindo uma área de 36 metros quadrados. Milhares de casas, uma usina nuclear, uma base militar e um campus universitários foram evacuados da região. Ninguém ficou ferido.

A Califórnia está enfrentando uma das piores secas da história e, nesta semana, registrou altas temperaturas e fortes ventos. A sequência de incêndios, que começou próximo a cidade de San Diego é incomum nesta época do ano pela intensidade das chamas.

Os bombeiros ainda tentam conter as chamas. A maior preocupação no momento é com a cidade de San Marcos, ao norte de San Diego, onde novos focos de incêndio foram registradas e cerca de 21 mil morados foram transferidos para o campus da Universidade Estadual da Califórnio. Pelo menos três prédios foram destruídos na cidade.

Na cidade de Carlsbad, também ao norte de San Diego, o incêndio destruiu pelo menos oito complexos de condomínios residenciais, duas empresas e outras oito casas. As escolas foram fechadas e não devem retomar as atividades até a próxima semana.

"Estamos em maio e isso é inacreditável. São eventos que nós vemos apenas em outubro, disse o chefe do Corpo de Bombeiros, Michael Davis. "Eu não vi esse calor e ar tão seco em maio", complementou./ AP.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.