Incêndios florestais destróem mais casas na Austrália

Os piores incêndios florestais das últimas décadas avançaram pelos arredores de Sydney nesta quinta-feira, obrigando centenas de pessoas a abandonarem suas casas, enquanto os bombeiros tentavam controlar as chamas. Ao cair da noite, fortes ventos continuavam dando impulso aos mais de 60 focos de incêndio em torno da maior cidade australiana, um deles num parque situado a apenas 10 quilômetros do centro da cidade.Um grande incêndio começou hoje na serra de Blue Mountains, 90 quilômetros ao oeste de Sydney, onde uma casa foi destruída e diversas pessoas foram retiradas às pressas da região. Três mil homens do corpo de bombeiros combatiam focos de incêndio surgidos em diversos pontos da cidade, auxiliados por dezenas de aviões que jogavam água sobre a área."Os subúrbios próximos a Sydney provavelmente não enfrentaram uma ameaça como esta nos últimos 20 ou 30 anos", disse o comissário do corpo de bombeiros Phil Koperberg, do Estado australiano de Nova Gales do Sul. "Estaremos em perigo em Nova Gales do Sul até as próximas tempestades." Uma leve garoa caiu sobre o sul de Sydney na noite de hoje, mas o impacto sobre as chamas foi nulo.Novos focos de incêndio surgiram a norte e a oeste da cidade, escapando rapidamente de controle devido aos ventos de mais de 80 quilômetros por hora na região. Os bombeiros da região advertem há meses que a cidade se veria ameaçada por devastadores incêndios florestais durante o verão no hemisfério sul. A cidade de Sydney e grande parte do Estado de Nova Gales do Sul viram-se afetados por um dura seca durante alguns meses deste ano. John Winter, porta-voz dos bombeiros, disse que 18 casas foram destruídas pelo fogo desde o início dos incêndios, na tarde de ontem. Duas importantes estradas que levam a Sydney foram fechadas devido à fumaça e às chamas. As rodovias ficam a norte e a oeste da cidade. Muitas pessoas que trabalham na região metropolitana de Sydney foram obrigadas a dormir fora de casa. A polícia informou ter prendido um estudante de 18 anos por suspeitar que ele tenha iniciado um dos incêndios de ontem. Acredita-se que outros focos tenham sido causados por pessoas que jogaram bitucas de cigarro pela janela de seus carros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.