Brittany Hosea-Small / AFP
Brittany Hosea-Small / AFP

Incêndios florestais na Costa Oeste dos EUA deixam sete mortos

Devastação obrigou milhares de pessoas a fugir de suas casas na Califórnia, Oregon e Washington

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de setembro de 2020 | 13h26

SÃO FRANCISCO - Pelo menos sete pessoas, incluindo um bebê de 1 ano, morreram nos Estados da Califórnia, Oregon e Washington em meio aos piores incêndios florestais dos últimos anos em todo o oeste americano, anunciaram as autoridades americanas.

Alimentados por fortes ventos, os incêndios florestais da Costa Oeste obrigaram milhares de pessoas na região a fugir de suas casas durante uma temporada sem precedentes que continua a devastar comunidades e alterar vidas ao longo da costa. 

Embora o número total de mortes permaneça obscuro, a governadora do Oregon, a democrata Kate Brown, alertou que os próximos dias seriam “extremamente difíceis” em um Estado onde várias cidades já foram dizimadas.

“Acreditamos que veremos muitas perdas, tanto em estruturas quanto em vidas”, disse Brown em entrevista coletiva na quarta-feira, 9. “Esta pode ser a maior perda de vidas e propriedades devido a um incêndio florestal na história do nosso Estado.”

Detalhes sobre os mortos nos incêndios florestais começaram a surgir na quarta. Autoridades do Estado de Washington anunciaram que um menino de 1 ano morreu no incêndio de Cold Springs e seus pais foram gravemente queimados. 

O xerife do condado de Okanogan, Tony Hawley, disse em entrevista coletiva que seu escritório recebeu uma ligação na tarde de terça sobre Jacob e Jamie Hyland, um jovem casal de Renton, que foi dado como desaparecido enquanto visitava Okanogan com seu filho.

Hawley disse que a família tentou escapar do incêndio ao se aproximar da propriedade onde estavam hospedados. As equipes de resgate primeiro encontraram seu caminhão, queimado, e depois localizaram a família na margem do rio Columbia na manhã de quarta. 

Os pais sofreram queimaduras de terceiro grau e foram levados de avião a um hospital de Seattle para tratamento. Mas seu filho de 1 ano, identificado por parentes em uma página do GoFundMe como Uriel, morreu antes que as autoridades chegassem. “É uma grande perda, especialmente um bebê de 1 ano de idade”, disse Hawley.

Um membro da família disse no GoFundMe que Jamie, 26, e Jacob, 31, sofreram queimaduras em grandes partes de seus corpos e enfrentaram cirurgias. Hawley disse que eles permaneceram em estado crítico.

O incêndio de Cold Springs, que começou na noite de domingo perto de Omak, em Washington, se espalhou rapidamente devido aos fortes ventos, queimou 65 mil hectares e continua deixando a região em situação crítica. 

A morte da criança está tecnicamente sendo investigada como homicídio para ver se o incêndio foi "um incêndio causado por humanos", disse o xerife, que descreveu a morte do menino como "uma tragédia extrema". “Esta criança não estaria morta sem o início do incêndio”, disse ele.

No sudoeste do Oregon, onde incêndios florestais que se estendem por milhares de hectares, autoridades confirmaram que os restos mortais de uma pessoa foram encontrados em Ashland.

O xerife do condado de Jackson, Nate Sickler, disse a jornalistas na quarta que o incêndio, que devastou as cidades de Medford, Talent e Phoenix, se transformou em uma investigação criminal, com a polícia dizendo que o incêndio começou na área de um parque de BMX em Ashland. O incêndio já afetou 1.200 hectares na região. 

Sickler acrescentou que os restos mortais encontrados podem não ser a única fatalidade do incêndio e que a investigação está em seus estágios iniciais, de acordo com o Medford Mail Tribune. “Este é um evento maior do que qualquer coisa de que participei no que diz respeito à perda de propriedades e à destruição da comunidade”, disse Sickler.

Oregon 

Em Mehama, Oregon, um menino de 12 anos e sua avó foram mortos tentando escapar do incêndio de Santiam na quarta. O fogo se espalhou cerca de 64 mil hectares. 

Membros da família confirmaram à KPTV que Wyatt Tofte, de 12 anos, e sua avó, Peggy Mosso, morreram dentro de seu carro ao lado da casa da família. As autoridades também encontraram os restos mortais do cachorro do menino no veículo. A mãe de Wyatt sofreu queimaduras graves e continua em estado crítico.

Califórnia

No norte da Califórnia, três pessoas foram confirmadas como mortas e outras 12 permaneceram desaparecidas. O xerife do condado de Butte, Kory L. Honea, disse que dois dos três mortos foram encontrados em um mesmo local.

A outra vítima foi descoberta perto de Berry Creek por um oficial da Patrulha Rodoviária da Califórnia que suspeitou que eles fugiram de seu carro em uma tentativa de escapar do incêndio. 

O incêndio no norte da Califórnia já atingiu mais de 100 mil hectares e danificou ao menos 23 mil construções. Mais de 100 pessoas foram resgatadas somente nesta semana. “O condado de Butte certamente não é estranho às tragédias, lidando com incêndios terrestres violentos e também lidando com tragédias de outros tipos”, disse Honea. “Nossa comunidade está, infelizmente, se acostumando com isso.”  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.