Incêndios mataram um milhão de animais na Austrália

Espécies nativas como cangurus e coalas, e animais de estimação estão entre vítimas; 181 pessoas morreram

BBC Brasil, BBC

12 de fevereiro de 2009 | 10h39

Além de provocar a morte de pelo menos 181 pessoas, os incêndios que atingiram o sul da Austrália causaram uma grande devastação na fauna e na flora da região. Segundo o Resgate de Vida Selvagem do estado de Victoria, estima-se que pelo menos um milhão de animais morreram na tragédia. Entre as vítimas estavam animais de criação, como ovelhas, gado e cavalos, de estimação, como cães e gatos, e espécies nativas, como répteis, cangurus, coalas, gambás, wombats, equidnas.   Veja também: Polícia prende dois suspeitos por incêndios Resgate de coala em incêndio chega ao YouTube   Muitos moradores tiveram que fugir às pressas de suas casas e deixar seus animais de estimação para trás. Os serviços de emergência conseguiram resgatar alguns animais, muitos deles feridos e com queimaduras. Aqueles com fraturas mais graves e praticamente incuráveis foram abatidos, segundo o grupo de resgate de Victoria.   Mais de 400 mil hectares de florestas foram queimados pelas chamas que chegaram a passar a 120 quilômetros por hora. Alguns animais conseguiram escapar escondidos em buracos na terra feito por wombats e equidnas. "Só vamos realmente saber a dimensão dos estragos na vida selvagem quando conseguirmos acesso a todas as áreas atingidas", complementou ela. "Essa é a esperança que temos", disse Fiona Corked, do Resgate de Vida Selvagem de Victoria.   "Em alguns momentos, a força do fogo foi tão devastadora que mesmo cangurus (que podem chegar a velocidade de 60 quilômetros por hora), não conseguiram escapar correndo", disse o serviço de emergência de Victoria ao jornal The Times. No final dessa semana, equipes de resgate usarão helicópteros para procurar por mais sobreviventes entre os animais. Estes serão levados a santuários e a zoológicos. Assim que se recuperarem, serão devolvidos ao seu habitat natural.   No quinto dia de incêndios, as equipes de resgate ainda não conseguiram conter o fogo. Ainda há cerca de 20 focos espalhados ao norte de Melbourne. Ao menos cinco municípios rurais foram destruídos quase por completo. Mais de sete mil pessoas estão em abrigos temporários e recebendo doações que chegam de várias partes do país às áreas atingidas.

Tudo o que sabemos sobre:
Austrália

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.