Incêndios somam quatro mortes na Austrália

Centenas de pessoas iniciaram hoje uma busca por objetos de valor entre os restos queimados de suas casas, depois que os piores incêndios florestais na história da Austrália alcançaram o subúrbios da capital Camberra, deixando quatro mortos e milhares de desabrigados. Os incêndios destruíram pelo menos 388 casas e os hospitais atenderam aproximadamente 240 pessoas por queimaduras e pelos efeitos da inalação de fumaça.Muitos dos feridos eram moradores que tentaram apagar as chamas com mangueiras e vasilhas com água das piscinas. Os bombeiros reconheceram que foram vencidos pela intensidade dos incêndios. Ao anoitecer deste domingo (pelo horário local), todos os focos de incêndio haviam sido controlados, embora as chamas continuavam em alguns locais isolados.Mas persiste o temor de que os ventos intensos esperados para amanhã espalhem o fogo novamente. Ontem, enquanto o sinistro se agravava e o governo impunha um estado de emergência, os bombeiros pediam calma à população local. Segundo autoridades, os incêndios foram os piores dos últimos 200 anos na Austrália.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.