Índia adia teste com míssil nuclear

A Índia decidiu adiar o teste, previsto para a noite desta quarta-feira, de um novo míssil nuclear com capacidade de atingir qualquer ponto do território chinês. O adiamento foi atribuído ao mau tempo.

AE, Agência Estado

18 de abril de 2012 | 13h10

A Organização de Pesquisa e Desenvolvimento da Defesa da Índia (DRDO, na sigla em inglês) estuda a possibilidade de remarcar o lançamento do Agni-V, um artefato com 50 quilos e 17 metros de altura, para amanhã ou sexta-feira.

"Devido aos relâmpagos na região, o lançamento do Agni-V foi adiado por questões de segurança", afirmou o porta-voz do DRDO, Ravi Gupta, em comunicado.

O Agni-V pode atingir alvos a 5 mil quilômetros de distância. Atualmente, o míssil indiano de maior alcance é o Agni-III, com capacidade de 3,5 mil quilômetros. As informações são da Dow Jones e Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Índiamíssiladiamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.