Índia aprova pena de morte por falsificação de remédio

O gabinete de governo da Índia aprovou nesta quinta-feira uma nova lei que impõe a pena de morte a fabricantes de remédios falsos. A emenda, a um artigo existente sobre cosméticos e medicamentos, tem como alvo qualquer pessoa envolvida na fabricação, venda e outras transações com remédios falsos, de acordo com o ministro de Relações Parlamentares, Sushma Swaraj.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.