AP Photo/Channi Anand
AP Photo/Channi Anand

Índia detecta variantes brasileira e sul-africana do coronavírus

Governo indiano avalia exigir testes RT-PCR para todas as pessoas que chegarem do Brasil e da África do Sul

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de fevereiro de 2021 | 12h25

BENGALURU - Autoridades do governo da Índia anunciaram nesta terça-feira, 16, que as variantes brasileira e sul-africana do novo coronavírus foram identificadas em pacientes no país. De acordo com o governo indiano, as variantes foram detectadas em pessoas que voltaram de viagem dos dois países.

A variante sul-africana foi detectada no mês passado, em quatro pessoas. Já a variante brasileira foi detectada em apenas uma pessoa até o momento, ainda neste mês.

No anúncio feito pelo governo indiano, destacou-se que tanto a variante brasileira quanto a sul-africana podem infectar mais facilmente os pulmões de uma pessoa, em comparação com a nova cepa britânica.

O governo indiano está agora avaliando exigir testes RT-PCR para todas as pessoas que chegarem do Brasil e da África do Sul, assim como está sendo feito com aqueles que chegam do Reino Unido. A Índia informou até agora 187 casos de infecção da variante britânica.

"Não existem voos diretos da África do Sul ou Brasil, portanto os ministérios da Saúde e da Aviação Civil estão em contato sobre as medidas a serem tomadas", disse em entrevista à imprensa o secretário da Saúde, Rajesh Bhushan./ REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.