Índia deve cortar taxas de juros em 0,25 ponto porcentual em setembro, diz BofA

O Banco da Reserva da Índia (RBI, na sigla em inglês) deve cortar as taxas de juros em 0,25 ponto porcentual no dia 29 de setembro, independentemente de o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) aumentar ou não os juros nos Estados Unidos no dia 17, de acordo com analistas do Bank of America Merrill Lynch.

Estadão Conteúdo

31 de agosto de 2015 | 12h41

Um possível aumento dos juros pelo Fed traria benefícios ao país asiático, já que sinalizaria uma retomada do crescimento dos EUA. A Índia é conhecida por ser uma grande prestadora de serviços de tecnologia da informação e um dos principais exportadores de medicamentos genéricos para os EUA.

No último fim de semana, o vice-presidente do Fed, Stanley Fischer, disse que a instituição está prestes a apertar a política monetária, mas ressaltou que a data ainda é incerta.

Mesmo que o Fed resolva adiar a decisão de aumentar os custos dos empréstimos nos EUA, é improvável que o banco central indiano espere até dezembro para cortar os juros, já que o país enfrenta uma pressão deflacionária. Em julho, a inflação caiu para 4,9% na Índia, em comparação com 5,4% no mês anterior. A meta da inflação do banco central indiano é de 6,0%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
ÍndiaFedBofAtaxas de juros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.