Índia e Bangladesh trocam tiros na fronteira

Guardas de fronteira da Índia e de Bangladesh trocaram fogo nesta segunda-feira pela segunda vez em duas semanas, quando autoridades indianas tentavam deportar centenas de pessoas acusadas de imigração ilegal, informou um oficial bengalês. Não há relatos sobre feridos. Autoridades indianas não foram encontradas para comentar o episódio.Na manhã de hoje, o Ministério das Relações Exteriores da Índia informou que 213 homens, mulheres e crianças estavam parados no lado indiano da fronteira pelo quarto dia consecutivo, enquanto as duas partes continuavam discutindo sobre a nacionalidade delas.Autoridades indianas alegam que eles são bengaleses que atravessaram a fronteira em busca de trabalho. Bangladesh defende que eles são muçulmanos da província indiana de Bengala Ocidental, que seriam fisicamente parecidos com os bengaleses e falam o mesmo idioma.No mês passado, a Índia anunciou uma grande operação de busca a imigrantes ilegais que atravessavam a fronteira em busca de emprego, muitos dos quais trabalham como peões de obra ou exercem serviços domésticos.O governo alega haver risco à segurança, já que cerca de 15 milhões de bengaleses viveriam ilegalmente no país. A Índia nega que esteja tentando expulsá-los pela força a acusa Bangladesh de acirrar a tensão enviando-os de volta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.