Índia e Paquistão reduzirão acidentes nucleares

A Índia e o Paquistão assinaram nesta quarta-feira um acordo para a redução de acidentes nucleares após a reunião em Nova Délhi entre o ministro de Relações Exteriores indiano, Pranab Mukherjee, e o paquistanês, Khurshid Kasuri.O documento foi assinado num ato público antes da entrevista coletiva em que Mukherjee e Kasuri informarão sobre as negociações. O chefe da diplomacia paquistanesa chegou na terça-feira a Nova Délhi para uma nova rodada de diálogo da comissão conjunta formada pelos dois países, que têm uma longa série de disputas desde sua independência do Império Britânico, em 1947.O encontro foi marcado por um atentado contra uma linha de trem que liga os dois países, no domingo, no qual morreram 68 pessoas. Na entrevista coletiva, Kasuri declarou que "não há palavras fortes o bastante para condenar" o atentado, que causou a morte de paquistaneses e indianos e deixou evidente, acrescentou, a "necessidade de cooperação" entre os dois vizinhos.O ministro paquistanês disse confiar que a Índia compartilhará com o Paquistão os resultados da investigação do atentado no dia 6 de março, em Islamabad, na primeira reunião do novo mecanismo conjunto de luta antiterrorista indo-paquistanês."Condenamos severamente as explosões", disse Mukherjee, que ofereceu suas condolências "de coração" às vítimas, na sua maioria paquistaneses que voltavam para seu país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.