Índia faz proposta de novas relações com o Paquistão

O governo da Índia apresentou propostas para melhorar suas relações com o Paquistão. Os dois países são vizinhos e rivais, têm armas atômicas e já se enfrentaram em guerras. O Paquistão reagiu indicando pontos positivos no plano, mas mostrou-se desapontado com a exclusão de negociações entre os governos sobre a questão da Caxemira, região disputada pelos dois países.As propostas da Índia tratam de questões humanitárias como permitir a competição entre atletas dos dois países e que pescadores trabalhem sem medo de serem presos.O anúncio feito pelo chanceler Yashwant Sinha representa o esforço mais amplo até agora para curar as feridas abertas por um ataque violento contra o Parlamento indiano, em 2001, que deixou 14 mortos. A Índia culpou militantes baseados no Paquistão pelo ataque. Também há propostas para a retomada das ligações aéreas e ferroviárias entre os dois países, e de uma linha de ônibus entre as duas capitais da Caxemira, que está dividida entre os dois países. O governo da Índia anunciou que retomará as negociações com os separatistas caxemires, mas não abriu negociações sobre o assunto diretamente com o governo do Paquistão, o que frustrou Islamabad.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.