Índia faz teste bem sucedido com míssil supersônico

A Índia testou com sucesso um míssil supersônico disparado de um navio em movimento pela primeira vez nesta quinta-feira, num exercício que autoridades disseram ter sido um grande impulso para as capacidades de defesa do país do sul asiático. O lançamento acontece depois dos ataques de militantes armados à cidade de Mumbai, que causou um aumento na tensão entre os vizinhos Índia e Paquistão, que já travaram três guerras no passado e possuem armas nuclear. Autoridades de defesa da Índia disseram que o lançamento estava planejado bem antes dos ataques a Mumbai, que o país afirma terem sido feitos por militantes islâmicos que operavam no Paquistão. O míssil Brahmos, batizado pela junção dos nomes dos rios indiano Brahmaputra e do russo Moscou, pode viajar a uma velocidade 2,8 vezes maior que a velocidade do som, com um alcance de 290 quilômetros, de acordo com a Organização de Pesquisa e Desenvolvimento de Defesa (DRDO). "O lançamento feito de uma plataforma em movimento na Baía de Bengala foi bem sucedido e estamos muito felizes, pois isso significa muito", disse a autoridade da DRDO Suranjan Pal à Reuters, acrescentando que o lançamento precisou de meses de planejamento. A Índia, que tem a quarta maior força militar do planeta, planeja instalar o míssil em diversos navios, afirmou a DRDO em nota. (Reportagem de Bappa Majumdar)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.