Índia: pelo menos 20 mortos em terremoto

O terremoto de 6,9 graus de magnitude da escala Richter, que atingiu a Índia, o Paquistão e o Nepal, matou pelo menos 20 indianos na cidade de Surat, a 925 quilômetros da capital. Os corpos foram retirados dos escombros depois que dois prédios desmoronaram no estado de Gujarat, segundo o oficial de polícia M.B.Tethani. As autoridades acreditam que este número se elevará. Já a emissora de TV Star News divulgou que pelo menos 60 pessoas foram mortas hoje em Ahmedabad, a principal cidade ao oeste de Gujarat.No Paquistão, uma criança e um adulto morreram quando o sobrado onde moravam desmoronou. O terremoto foi centralizado em Rann no deserto de Kutch, que faz divisa com o Paquistão. O epicentro, segundo o Instituto de Meteorologia Indiano, foi a 300 quilômetros ao sudeste de Karach, a maior cidade paquistanesa com mais de 14 milhões de moradores. O tremor atingiu a Índia às 8h50, do horário local, (1h20 horário de Brasília). Em Bombay, a capital financeira e do entretenimento, 1,1 mil quilômetros ao sudeste da capital, algumas pessoas correram para as ruas temendo o terremoto. O mesmo ocorreu em Madras, na costa leste, e em Pondicherry, onde a população começava a realizar o desfile em comemoração ao Dia da República. Além da parada, milhões de peregrinos hindus, que estão participando do festival Kumbh Mela em Uttar Pradesh, a 1,5 mil quilômetros ao leste de Karach, também sentiram o tremor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.