Índia: pesquisas de boca de urna apontam vitória do BJP

O partido nacionalista hindu e pró-negócios Bharatiya Janata Party (BJP, na sigla em inglês) da Índia deve sair vitorioso nas eleições nacionais, de acordo com pesquisas de boca de urna divulgadas nesta segunda-feira, aumentando a expectativa de que o seu representante, Narendra Modi, irá liderar o próximo governo do país.

AE, Agência Estado

12 Maio 2014 | 15h57

No entanto, pesquisas de boca de urna da mídia e de empresas de pesquisa indianas no passado foram extremamente imprecisas. Em 2004, elas previram uma vitória para o BJP. Em vez disso, o principal rival do Bharatiya Janata, o Partido do Congresso, emergiu como vencedor e permaneceu no poder por uma década. Não está claro se os números deste ano são mais confiáveis.

Os resultados oficiais da maior eleição do mundo serão anunciados pela Comissão Eleitoral nacional na sexta-feira. O pleito começou em abril e terminou hoje.

Uma série de pesquisas de boca de urna feitas por redes de televisão locais na noite de segunda-feira (horário local) projetavam que o BJP e seus aliados conquistariam entre 250 e 280 dos 545 assentos na câmara baixa do Parlamento da Índia. Se esses resultados estiverem corretos, isso colocaria o BJP em condição de formar um governo. Mukhtar Abbas Naqvi, um porta-voz do BJP, disse que o partido está confiante de que vai ganhar a maioria na casa. "As pessoas estão procurando uma alternativa viável de boa governança", disse ele.

Um governo liderado por Modi provavelmente seguirá uma agenda mais orientada para o mercado do que a exercida pelo Partido do Congresso, que durante seus anos de governo focou em programas de bem-estar gigantescos. Ao fazer campanha, Modi se comprometeu a revitalizar o setor manufatureiro, criar mais empregos e reformar a infraestrutura do país.

Investidores têm impulsionado ações indianas para níveis recordes nos últimos dias pela perspectiva de um governo estável após uma vitória do BJP. Modi construiu uma reputação como um líder decisivo e reformador econômico no Estado de Gujarat, que governa como ministro-chefe.

As pesquisas de boca de urna projetam um resultado preocupante para o Partido do Congresso. A aliança liderada pela sigla provavelmente ficará com 97 a 150 lugares no Parlamento, de acordo com diferentes levantamentos. Um resultado abaixo 114 seria o pior da história da sigla. O porta-voz do Partido do Congresso Randeep Singh Surjewala disse que a sigla não comentaria as pesquisas por hora. "Tomamos uma decisão política de, em vez de especular sobre as pesquisas de boca de urna, esperar o quadro real em 16 de maio", afirmou. Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.