Índia reage com cautela a cessar-fogo paquistanês

O governo indiano reagiu com cautela ao anúncio feito pelo Paquistão de um cessar-fogo unilateral ao longo da fronteira da Caxemira, região disputada pelos dois países. A Índia disse que a decisão é bem-vinda, mas que a infiltração, na Caxemira indiana, de militantes separatistas baseados no Paquistão também tem de acabar.Os comunicados marcam um pequeno passo adiante nas relações entre as duas potências nucleares, que ano passado estiveram à beira de uma guerra. ?Reagiremos positivamente à iniciativa? do cessar-fogo, disse Navtej Sarna, porta-voz da chancelaria indiana.No domingo, o primeiro-ministro do Paquistão, Zafarullah Khan Jamali, disse que os soldados de seu país pararão de atirar ao longo da fronteira a partir do Eid-al-Fitr, festival que marca do fim do mês sagrado de Ramadã.

Agencia Estado,

24 de novembro de 2003 | 13h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.