Índia suspende pilotos que se distraíram com tablet em voo

Avião perdeu 1,5 mil metros de altitude em voo entre Mumbai e Bruxelas e recebeu alerta de controladores de voos na Turquia

O Estado de S. Paulo

14 de agosto de 2014 | 10h02

 NOVA DÉLHI - A Agência de Aviação Civil da Índia (AACI)ordenou a suspensão de dois pilotos da companhia Jet Airways depois de um voo da empresa entre Mumbai e Bruxelas, na Bélgica, ter perdido 1,5 mil metros de altitude. O descontrole, que  obrigou controladores de voos na Turquia a disparar um alerta de emergência, teria sido provocado porque um dos pilotos estaria usando um tablet no momento. 

Segundo o jornal The Times of India, o piloto do jato estava descansando quando o copiloto assumiu. O substituto, por estar mexendo no aparelho, não percebeu a perda de altitude. 

O diretor-geral da agência convocou os dois pilotos para esclarecimentos. "Os dois foram afastados até o fim das investigações", disse o órgão regulador por meio de nota. 

A companhia aérea, uma subsidiária da Etihad Airways, dos Emirados Árabes também investiga o caso de maneira separada. "A segurança e o bem-estar de nossa tripulação e passageiros é de vital importância para nós", disse a empresa, também em comunicado. 

Tudo o que sabemos sobre:
Índia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.