Índia tem potencial de crescimento por 10 ou 20 anos

A Índia poderá manter seu elevado ritmo de crescimento durante dez ou vinte anos desde que melhore suas infra-estruturas e acelere as reformas econômicas, afirmou hoje o presidente do Banco Asiático de Desenvolvimento (BAD). Em declarações à agência local PTI, o presidente do BAD, Haruhiko Kuroda, disse que "é possível que a economia indiana cresça 9% ou 10%". Mas ele acrescentou que, para isso, "devem ser cumpridas duas condições: as reformas econômicas devem continuar e a infra-estrutura deve melhorar". Kuroda opinou que o Produto Interno Bruto (PIB) da Índia poderá alcançar um crescimento entre 7% e 8% durante este ano fiscal, como espera o Governo de Manmohan Singh. Em qualquer caso, insistiu que o gigante asiático tem que superar um de seus pontos fracos, as infra-estruturas, e melhorar o nível de estradas, aeroportos, rede de comunicações e portos, entre outros. Além disso, o presidente do BAD pediu que o crescimento econômico alcance toda a sociedade para que possa ter um efeito sobre a redução da pobreza. "O crescimento é necessário, mas não suficiente, para a redução da pobreza. Um crescimento inclusivo, um maior investimento no setor social e um melhor Governo são três elementos absolutamente necessários para uma redução da pobreza", afirmou.

Agencia Estado,

26 Março 2006 | 04h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.