Índia testa mísseis nucleares de curto alcance

Lançamentos podem agravar as tensões de longa data com o rival e vizinho Paquistão

Associated Press e Efe

12 de outubro de 2009 | 05h43

A Índia fez teste nuclear nesta segunda-feira com dois mísseis Prithvi II. De curto alcance, podem chegar a 350 quilômetros, disse o ministro da defesa.

O teste foi considerado como de rotina e pode agravar as tensões de longa data com o rival Paquistão.

O segundo míssil foi lançado três minutos após o primeiro, a partir de uma base de operações em Chandipur, na região de Orissa.

Na cabeça dos mísseis havia munição com peso de 500 quilogramas, disse um oficial sob a condição de anônimo.

"Basicamente foi testado por membros do Exército. Um ensaio de usuário. A prova foi fantástica, um lançamento de manual", disse à IANS o diretor do Centro Integrado de Provas (ITR). S. P. Dash.

Índia e Paquistão rotineiramente testam mísseis, mas é de praxe que notifiquem um ao outro a fim de manter boas relações entre as duas ações.

Eles estão em paz desde 1994 e aspiram resolver suas diferenças, incluindo a disputa pela região Himalaia da Caxemira. Os dois países travaram três guerras desde a independência da Bretanha em 1947, pelo controle da Caxemira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.