Índia testa míssil capaz de atingir cidades paquistanesas

A Índia testou nesta quarta-feira um míssil de cruzeiro, supersônico, desenvolvido em conjunto com a Rússia e capaz de atingir diversas cidades paquistanesas.O Paquistão criticou duramente a Índia por sua "militarização maciça".O míssil Brahmos tem alcance de 300 quilômetros, o suficiente para atingir uma boa parte do vizinho Paquistão - rival indiano há mais de cinco décadas. O artefato é capaz de transportar somente armas convencionais."O míssil seguiu a trajetória prevista e atingiu seu alvo com exatidão", disse a jornalistas o ministro indiano da Defesa, George Fernandes.O Paquistão foi rápido em criticar o teste. "Nós sabemos que a Índia tem uma política de militarização maciça. Eles estão desenvolvendo mísseis de todos os tipos", disse Kamran Niaz, ministro paquistanês das Relações Exteriores.Índia e Paquistão já travaram três guerras desde que obtiveram independência da Grã-Bretanha em 1947. Os dois países conduziram testes nucleares em 1998 e freqüentemente realizam testes de mísseis convencionais para desafiar um ao outro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.