Índia testa novo míssil nuclear, com alcance de 700 quilômetros

Ministério da Defesa elogia 'precisão e letalidade' da arma, lançada sobre o Golfo de Bengala

Associated Press

23 de março de 2008 | 10h36

A Índia terminou com êxito os testes do seu míssil de curto alcance mais importante, capaz de transportar uma ogiva nuclear, informou o ministério da Defesa neste domingo, 23. O míssil Agni-1, com alcance de 700 quilômetros, foi disparado pela manhã sobre o Golfo de Bengala a partir da ilha Wheeler, na costa oriental do continente. "O míssil teve um desempenho perfeito quanto ao alcance, precisão e letalidade", afirmou o comunicado do ministério. Não foram informados mais detalhes. O Agni-1 pode transportar tanto armamento convencional como nuclear. A Índia e o rival Paquistão, que também possui armas nucleares, fazem testes de maneira habitual.

Tudo o que sabemos sobre:
ÍndiaBomba nuclearExército

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.