Índígenas insistem na revogação de pacote no Equador

Os parlamentares se uniram nesta quarta-feira à imprensa equatoriana para pedir a abertura de um diálogo entre o governo e os indígenas, cujas manifestações de protesto já provocaram choques com a polícia em algumas províncias do norte do país. O governo e a poderosa Confederação de Nacionalidades Indígenas (CONAIE) mantêm há uma semana divergências em torno de um recente pacote econômico baixado pelo governo com severos aumentos no preço dos combustíveis e dos transportes públicos. O presidente do Congresso, Hugo Quevedo, pediu a ambas as partes que "estendam pontes de diálogo" para buscar soluções em benefício do país. Outros congressistas se uniram ao pedido de Quevedo. A réplica do setor indígena foi taxativa: "Ninguém vai nos deter nem nos paralisar; prosseguiremos até que as medidas sejam anuladas", disse o vice-presidente da CONAIE, Ricardo Ulcuango.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.