Indonésia condena cinco por ajudarem terrorista

Uma corte indonésia condenou, nesta quarta-feira, cinco homens à prisão por ajudarem a esconder um dos responsáveis pelos atentados cometidos no ano passado em Bali, que deixaram 202 mortos.Sofyan Jodi, Sirojul Munir, Mujarot, Imam Susanto e Syamsul Arifin receberam penas que variam entre três e seis anos por dar refúgio a Ali Imron logo depois dos ataques. Imron foi condenado à prisão perpétua, no mês passado, por ter construído e transportado uma das bombas usadas nos atentados de 12 de outubro de 2002.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.