Indonésia confirma mais uma morte causada pela gripe aviária

Um homem de 44 anos tornou-se a mais nova vítima fatal da gripe aviária na Indonésia, depois de análises locais detectarem o vírus H5N1 no paciente, confirmaram fontes oficiais do país à Efe.A Organização Mundial da Saúde (OMS) ainda precisa corroborar os resultados das análises que, se forem confirmados pelo organismo, aumentarão para 42 o número de casos mortais de gripe aviária em humanos registrados no país, segundo o diretor de doenças infecciosas do Ministério da Saúde da Indonésia, Nyoman Kandun."Já enviamos uma amostra do sangue do paciente a um laboratório em Hong Kong, mas não posso dizer quanto tempo demorará para conhecermos os resultados", acrescentou Kandun.O doente, que aparentemente havia tido contato com aves contagiadas pelo H5N1, morreu dois dias depois de dar entrada, em 10 de julho, em um hospital de Jacarta com febre alta, tosse e problemas respiratórios.Se o laboratório confirmar a morte por gripe aviária, a Indonésia igualará o número de vítimas do Vietnã, onde não foram registrados falecimentos este ano e existem sinais de controle da doença.O Governo de Jacarta alega que o aumento do número de mortes no país por causa da doença deve-se à falta de fundos para combatê-la, e calcula que, para lançar uma campanha efetiva, sejam necessários aproximadamente US$ 900 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.