Indonésia deporta americano acusado de pedofilia

As autoridades da Indonésia deportaram um americano acusado de pedofilia que figurava na lista de homens procurados do Departamento de Polícia de Los Angeles, informou nesta sexta-feira, 20, o jornal The Jakarta Post.Ralph Berlin Stepp, de 60 anos, foi detido na terça-feira em Tangerang, perto da capital indonésia, e deportado na quinta-feira, 19.Segundo fontes policiais citadas pelo jornal, Stepp entrou na Indonésia em maio de 2005, mas não voltou a se apresentar às autoridades de Imigração nem estendeu seu visto. Assim, ele se encontrava no país de forma ilegal.O americano trabalhava como professor de inglês numa escola internacional de Tanterang e na semana passada foi à Embaixada dos EUA para solicitar a renovação de seu passaporte.Aparentemente, o contato com a missão americana levou à sua detenção, segundo o jornal indonésio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.